orai e vigiai

Olá, se você possui algun tempo vago para perder à toa lendo alguns textos prolixos e enfadonhos está no lugar certo (rsrs), pode aproveitar que estamos em liquidação de estoque! Espero que você aproveite alguma coisa de tudo o que conseguir ler neste espaço, pois eu não consegui escrever nada mais curto e objetivo, talvez porque não fosse de meu interesse, ou quem sabe faltou capacidade para tal, quem sabe?... Boa sorte na sua missáo quase impossível...Que Deus te abençoe!

quinta-feira, maio 04, 2006

 

HOMO SAPIENS

“E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim dos tempos; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.” Daniel 12:4;

Oh, kaos, de mítica herdade, celígeno marco da ascese, ao eros teu eqüicontrário; da cosmologia que rompe; o ignóbil mira e propõe, de ventres inchados mana a soberba sentença: a aletheia das nações! Do hierático Museu, catártico culto órfico, para o archétipo ontológico; do hidros ao Apeíron, pneumático germe, dessacralização para à noése! Da doxa à episteme; de apotegmas imanentistas, tua busca seu destino, a argúcia senda etérea do Uno sua visa, de aporéticos caminhos teleológicos. A erística, da dialética dicotômica; as Potências extintas, findos na physis; hilozoístas rhemas, de telúricos gonos, o devir; da gênesis ao phyein, cosmgonia que evolui, cisfísica ante-matéria, de gnosiológica origem à nóia homeomérica; das premissas antagônicas, “não ser” anti-categórico, de aforismos sibilinos, balha de capciosos argumentos! Piréticas emanações, o vil engano aestésico, “da flecha que nunca alcança”; Logos, crítica da polimatia dos titãs sagrados, algoz da teogonia, vergasta da pístis demagógica; na “panta reî”. Ímpios delírios atomistas, famélicos de quintessência; contrapõe-se o augúrio da inauferível sophística, a metafísica da primaVera cavernícola, no dealbar da entropia cognoscente, (achando-se os perdidos, e perdendo-se o que se achava...) Na investigação do ontos, na plêiade nuclear da Pólis, débâcle da eidética contra a empiria, paridas no seio da Academia, de peripathias, vãs filosofias!

Comments:
Vc pertence a alguma denominação?
Penso exatamente como vc.
Kátia.
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

Archives

Maio 2006  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?