orai e vigiai

Olá, se você possui algun tempo vago para perder à toa lendo alguns textos prolixos e enfadonhos está no lugar certo (rsrs), pode aproveitar que estamos em liquidação de estoque! Espero que você aproveite alguma coisa de tudo o que conseguir ler neste espaço, pois eu não consegui escrever nada mais curto e objetivo, talvez porque não fosse de meu interesse, ou quem sabe faltou capacidade para tal, quem sabe?... Boa sorte na sua missáo quase impossível...Que Deus te abençoe!

quinta-feira, maio 04, 2006

 

CREDO


CONFISSÃO DE FÉ E MANIFESTO RELIGIOSO
Firmamos pacto de fidelidade e coerência com os princípios e paradigmas cristãos, e temos como regras de fé e prática os seguintes axiomas e fundamentos:

1. Cremos na Doutrina da Criação, em que o Senhor Deus Todo Poderoso fez os céus e a Terra, tudo o que neles há; o Mundo e todos que nele habitam; 1b Acreditamos na Bíblia como Sagrada Escritura, e admitimos este compêndio de 66 livros como regra de fé e prática total e suficiente para a conduta dos fiéis, possuindo esta a qualidade de Palavra inspirada por Deus nosso Senhor, tendo assim autoridade máxima nas questões Doutrinárias e Teológicas na Assembléia dos santos;
2. Cremos na Doutrina da Queda do Homem, em que pelo pecado do primeiro Adão todo homem passou a ser participante dessa decadência naturalmente, portanto todo homem está hereditariamente separado do Criador pelo Pecado Original. Ou seja, todo homem natural já está condenado de antemão, pois no mesmo habita a Natureza do Pecado, e esta natureza (os baixos instintos humanos) milita de todas as formas contra a Divindade e se opõe naturalmente a Santidade do Criador, fazendo separação entre o homem e seu Deus; Cremos na Doutrina do Juízo Final como evento em o Senhor Deus Todo Poderoso irá Julgar todos os homens, vivos e mortos, cada um segundo as suas obras, os justificados herdaram a vida e gozo eternos com seu Deus, quanto aos ímpios sua parte será o sofrimento eterno;
3. Cremos na Doutrina da Salvação em Cristo, acreditamos que o Senhor Deus Pai Todo Poderoso enviou Seu Filho Unigênito, Jesus Cristo, para cumprir seu Plano de Salvação. Este plano consiste na redenção do homem que pela decadência, naturalmente, se achava perdido e separado de seu Criador pelo pecado. Sendo, portanto digno de morte (separação eterna de Deus), entretanto o Grande Deus em Sua infinita misericórdia envia seu Filho Único para morrer em uma cruz em prol da humanidade, sem culpa ou pecado o imaculado Cordeiro de Deus é martirizado pelos pecados do homem, sendo pendurado num madeiro até à morte. Ressuscitando ao terceiro dia em carne e cumprindo assim o Plano da Salvação. Acreditamos assim que todo homem é liberto do mal inato e redimido perante seu Deus ao reconhecer seus pecados e arrepender-se aceitando Jesus Cristo como seu Único e suficiente Salvador e Mediador, recebendo assim a Adoção (uma nova natureza, a mente de Cristo) e a redenção (justificação perante Deus), mediante o Sacrifício Expiatório de Cristo no Calvário, pela fé;
3b. Cremos, portanto na Salvação através da Fé em Cristo Jesus somente, descartando a salvação pelas boas obras, ou por quaisquer outros mediadores, cremos apenas nas boas obras como conseqüência da regeneração do homem, como fruto natural de uma nova criatura;
4. Cremos na instituição da Igreja como Corpo de Cristo na Terra, como Assembléia dos Santos, independente de Denominação ou Bandeira, desde que a mesma esteja enquadrada nas Santas Doutrinas de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e preserve os fundamentos da fé cristã;
5. Cremos e aceitamos os Dons e Ministérios da Fé, acreditamos nas manifestações sobrenaturais do Espírito Santo de Deus. O Senhor Jesus ao ascender aos Céus deixou a promessa do Espírito Santo, que este iria descer como Consolador e ficaria com os fiéis para instruir, ajudar, interceder... Como Ajudador em toda obra da igreja do Senhor na Terra, tendo início o seu Ministério, segundo a narrativa bíblica do livro de Atos dos Apóstolos, no Dia de Pentecostes em Jerusalém, ocasião em que os crentes em Jesus foram visivelmente revestidos de poder para testemunho no desempenho e expansão do Evangelho de nosso Senhor. Como conseqüência desse revestimento, cremos, segue-se sinais e prodígios sobrenaturais e visíveis operados pelo Espírito de Deus através de seus servos;
5b. Entre as operações e manifestações de Deus no meio de Sua Igreja nós aceitamos e cremos nos dons da palavra da Sabedoria e da Ciência, na Fé, dons de Cura, operações de Milagres, nas Profecias, Discernimento de espíritos, variedade de línguas e interpretação de línguas. Ressaltamos, no entanto que nossa Revelação e Regra Maior é a Bíblia Sagrada, portanto não serão aceitas manifestações que contrariem quaisquer preceito bíblico, seja por profecia, revelação ou qualquer outra ;5c. Cremos e aceitamos a Doutrina da Santificação Pessoal, crendo que sem santificação ninguém verá ao Senhor, compreendemos a santificação como postura de consagração pessoal, em que o fiel assume uma atitude de antagonismo à conduta pecaminosa, no corpo e na alma, não se amoldando com os padrões e modismos seculares, ao contrário, o crente em Jesus deve demonstrar uma atitude de inconformação com o mundo de pecados, a santificação diz respeito não somente ao corpo, mas principalmente ao interior, na devoção e purificação dos pensamentos e intenções, buscando sempre imitar as atitudes de Cristo em todo o proceder;
6. Temos como padrão Ético e Moral as Sagradas Escrituras, e recorremos às mesmas para orientação de nossa postura Social e Religiosa, portanto, toda conduta que ferir a Integridade ou contrariar as ordenanças Bíblicas não deverá ser tolerada ou aceita no seio da Igreja do Senhor na Terra, seja na postura religiosa ou social de seus participantes;
7. Cremos nas Ordenanças Santas do Batismo por imersão nas águas e da Santa Ceia do Senhor como liturgias intrínsecas da Igreja ; 7b. Sendo que o Batismo nas águas é o rito de fé que deve ser praticado por todo Cristão neófito (recém convertido), rito este em que o fiel ao mergulhar nas águas, com o auxílio de seu Pastor devidamente ungido, é batizado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Faz representar com este ato sua própria morte para o mundo e ressurreição para uma nova vida com Cristo, além de testemunhar publicamente sua profissão de fé no cristianismo; c. A Santa Ceia do Senhor é a cerimônia que simboliza o sacrifício expiatório de nosso Senhor Jesus Cristo, em que o pão representa o corpo de Cristo que foi dado por nós, e o suco da vide (vinho) representa seu sangue precioso, derramado pelos pecadores como libação pelas nossas culpas. Seguindo as instruções do próprio Cristo, e dos Apóstolos do Senhor, a cerimônia da Santa Ceia deve ser Celebrada periodicamente pelos fiéis, reverentemente, ingerindo-se as duas substâncias simbólicas, após uma reflexão da própria conduta, como prova de devoção e comunhão com o Senhor Jesus, a ser ministrada por um Pastor devidamente ungido e toda Assembléia deve participar da mesma;
8. Cremos na Doutrina da Volta de Cristo, acreditamos na Promessa da Segunda Vinda de Jesus como evento Visível e sobrenatural. Cremos da mesma forma no Arrebatamento da Igreja de Nosso Senhor, ocasião em que os salvos em Cristo, vivos e mortos, serão trasladados da Terra, incorruptíveis, para encontrarem-se com o Senhor nos Céus, e seguir com ele para seu Reino Eterno, Amém!

Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

Archives

Maio 2006  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?